Em meados do ano de 2003, sambistas da região central de São Paulo, após cantarem e tocarem em diversos locais do centro, "adotaram" o Largo de Santa Cecília como local oficial para as rodas de samba às sextas-feiras. 

Tradicionalmente o nosso samba no Largo é das 20:00 às 22:00 horas, sempre às sextas-feiras para festejarmos com muito samba, alegria e cerveja a chegada do fim de semana. 

Em pouco tempo, a notícia se espalhou pelos quatro cantos da Cidade devido a qualidade dos músicos, além da principal característica da tradicional roda de samba: o samba é cantado no "gogó".(sem uso de amplificadores e/ou outros instrumentos). 

Com esse destaque, sambistas de outras localidades passaram a frequentar a roda, bem como novos projetos surgiram, sendo um deles a criação do bloco carnavalesco do bairro chamado: "Busca Pé". Esse bloco encerrou suas atividades no 4º ano de existência. Coincidentemente com o fim do bloco "Busca Pé", a roda de samba foi proibida de tocar no Largo de Santa Cecília por motivos jurídicos e os músicos passaram a tocar em outros bairros durante dois anos. 

Resolvidas essas questões, os Srs. Demétrio e Luis voltaram a reunir os músicos no Largo e a partir daí renascia a roda de samba na sua casa: o Largo de Santa Cecília. Com a reconquista e consolidação do local, novamente o Sr. Demétrio (que viria a se tornar nosso 1º presidente) teve uma nova iniciativa: criar um novo bloco, com novos ideais e pensamentos, mais democrático e com participação mais direta e efetiva da comunidade do bairro. Novas pessoas conheceram e "embarcaram" no seu ideal e assim no dia 02 de outubro de 2009 renascia o bloco de forma totalmente democrática, com a participação dos músicos e frequentadores da roda de samba, bem como com os moradores do bairro de Santa Cecília. Nascia os "Filhos da Santa", cujas cores oficiais são: azul, branco e dourado e seu primeiro desfile ocorreu em 09 de fevereiro de 2010. 


 

Nossa História

© Filhos da Santa. Todos os direitos reservados.

  • w-facebook
  • White YouTube Icon